relato Tenho 45 anos e fiz a Cirurgia de Disjunção da Maxila

Tópico em 'Cirurgia Disjunção Palatina' iniciado por Paulo Jardim, 16 Aug 2013.

  1. Paulo Jardim Usuário Novo

    Boa tarde, pessoal !!!
    Eu gostaria de relatar aqui a minha experiência pois, foi através deste site que eu me senti confortável em realizar a minha cirurgia e espero que o meu relato possa auxiliar na decisão daqueles que necessitam fazer a cirurgia de disjunção da maxila.
    Há muitos anos, convivo com problemas respiratórios na qual só consigo respirar pela boca. Já realizei há muitos anos atrás uma cirurgia para correção do desvio do septo nasal, mesmo assim a dificuldade em respirar pelo nariz permanecia.
    Há muitos anos também, já tinha conhecimento do meu problema na maxila (extremamente pequena), porém nunca associei ao problema respiratório.
    Há alguns meses atrás, procurei um ortodontista na qual, através da documentação ortodôntica, apresentou que o meu problema respiratório era causado principalmente pelo dimensionamento da maxila (pequena, com o céu da boca bem alto).
    Devido à minha idade (45 anos), não seria possível corrigir a maxila somente com o aparelho, sendo necessária a realização da cirurgia.
    A ortodontista me encaminhou para um cirurgião buco-maxilo-facial, onde ele me orientou sobre o procedimento cirúrgico. Segundo o cirurgião, este procedimento poderia ser realizado tanto em hospital ou até mesmo na própria clinica. Como eu possuo um plano de saúde, decidimos que, para maior conforto no caso da anestesia geral, realizaríamos a cirurgia em hospital, através do meu convenio médico.
    Foi encaminhado o processo para o plano de saúde para autorização. Cerca de 10 dias após o encaminhamento do processo, o plano de saúde solicitou que fosse realizada uma consulta em um profissional indicado pelo convênio para uma segunda opinião (ou seja, uma auditoria para avaliar se de fato o meu caso é um caso cirúrgico).
    Na consulta realizada pelo cirurgião indicado pelo convênio, confirmou-se a necessidade da cirurgia.
    A partir desta confirmação, a cirurgia foi agendada para 10 após, pois estávamos aguardando somente a liberação formal por parte do convênio. Porém, uma semana após a consulta, o convênio, não satisfeito, solicitou que fosse realizada uma nova auditoria em um terceiro profissional.
    Como a data da cirurgia já estava previamente marcada e eu não podia posterga-la devido à compromissos futuros, decidi em conjunto com o meu cirurgião na realização da cirurgia no próprio consultório.
    A cirurgia foi realizada no dia 09/08, com anestesia local e sedado com um remédio para dormir. O procedimento foi realizado em 40 minutos.
    Hoje faz exatamente 1 semana que fiz a cirurgia. O meu pós-operatório foi extremamente tranquilo. Não tinha problema nenhum com sangramento ou dor. Os únicos problemas foram o inchaço (diminuiu consideravelmente mas ainda tem) e dois pequenos hematomas no rosto.
    Foram 3 dias de repouso quase total em casa. A partir do 4º dia, já estava trabalhando a partir de casa e voltei ao trabalho normalmente no 5º dia.
    Com relação à alimentação, tive que mudar os meus hábitos alimentares a partir do momento que coloquei o aparelho expansor (Hirax) que foi instalado uma semana antes da cirurgia. A alimentação, nos 4 primeiros dias após a cirurgia, teve que ser a base de líquidos (suco, leite), iogurtes e caldos.
    A partir do 5º dia, já foi possível começar com comidas sólidas, porem macias. Hoje, já consigo me alimentar relativamente bem. Uma das mudanças (para melhor) em termos de alimentação é que, antes da cirurgia, comia rapidamente, sem mastigar quase nada. Atualmente, como lentamente, pois a mastigação está comprometida devido ao aparelho. De qualquer forma, estou comendo bem menos, porém bem melhor.
    Atualmente, estou na expectativa da melhora respiratória que deverá ocorrer a partir do momento da ativação do aparelho (ainda não comecei), será iniciada na próxima semana, quando completar 10 dias da cirurgia.

    É isso ai. Espero que o meu relato (um pouco longo, mas procurei esclarecer tudo o que me ocorreu até agora) possa ajudar aqueles que assim como eu, tinha receio na realização desta cirurgia.


    Abraços.

Compartilhe esta página